Indecências - GOSTEI!

Compartilhando o melhor para você

Hot

Post Top Ad

28 de mar de 2012

Indecências

confesso sacanagens em seu ouvido nu me pede me come respondo ávido sou todo sensações; o nosso ócio se delicia além da noite breve; o cio que nos extasia faz gemer as estrelas e estremece a manhã que entra imaculada pela cortina rasgada e arrasta-se já profanada por entre os lençóis manchados de gozo amarrotados de suor e de cheiros sensuais; o nosso ócio é ofício do que somos nessa ira de amantes insaciáveis, plenos; deliciosa lascívia do seu sexo aberto invadido pelo meu de sua boca louca que chupa lambe e morde numa devassidão sem pecado original que ao final se revela em seu avesso; nos exploramos em todas reentrâncias dos corpos e encontro pelos de sua púbis em minha boca a te abocanhar entre pequenos lábios molhados, rosados; sem reservas me ofereço e te vejo abrindo-se mais e mais para que eu entre fundindo-nos num parto avesso até o limite das forças que nos trai já ao entardecer quando adormecemos como dois anjos nus caídos na tentação dos prazeres; ao lado da cama garrafas e taças vazias do vinho de vinhas das montanhas libertinas.

Nenhum comentário:

Post Top Ad