Entre ausências. - GOSTEI!

Compartilhando o melhor para você

Hot

Post Top Ad

19 de nov de 2006

Entre ausências.







Entre sua doce alegria
E a tristeza de agora
Houve o tempo ingrato
Da sua ausência tão sentida.
Estou impossibilitado, confuso
O tempo, esse vácuo de você,
Fez-te, a mim, um enigma.
E não me reconheço
Na sua tristeza, essa face
Transmutada de uma jovialidade
Que fora sua identidade

Aonde estivemos?
Nos perdemos nas noites
Dos amores desfeitos
Ou nos desencontramos
Em paixões efêmeras?
Contudo, levo na alma
A marca de todos os seus dias
Que foram nossos e,
Não importa-me o tempo,
Esse espaço de nossas metamorfoses.
Ainda sou você, todo eu.

[osair de sousa]

8 comentários:

Maria disse...

Qual o seu limite para sonhar e realizar objetivos em sua vida? Nenhum. Temos um Deus ilimitado. O limite é você quem impõe. Você é a única pessoa que pode colocar restrições nos seus desejos. Veja que as grandes realizações do nosso século aconteceram quando alguém resolveu vencer o impossível. Nas navegações, encontramos um Colombo determinado a seguir viagens pelo mar, mesmo estando cansado de ouvir que o mar acabava e estava cheio de monstros terríveis. Santos Dumont, foi taxado de louco tantas vezes que nem mais ligava para os comentários até fazer subir seu 14 Bis. Ford foi ignorado por banqueiros e poderosos que não acreditavam em carros em série. Einstein foi ridicularizado na Alemanha. Desistir de nossos projetos, ou aceitar palpites infelizes em nossas vidas é mais fácil do que lutar por eles. Renunciar, chorar, aceitar a derrota é mais simples pelo simples fato de que não nos obriga ao trabalho. E ser feliz, dá trabalho. Ser feliz é questão de persistência, de lutas diárias, de encantos e desencantos. Quantas pessoas ainda passaram pela sua vida e te magoaram? Quantos passarão pela sua vida só para roubar tua energia? Quantos estarão realmente preocupados com você? A questão é como você vai encarar essas situações. Como ficarão seus projetos? Eles resistirão as amarguras e desacertos do dia a dia? O objetivo você já tem: ser feliz! Como alcançar você já sabe: lutando !!! Resta saber o quanto feliz você realmente quer ser. E principalmente; qual o limite que você colocou em seus sonhos. Lembre-se: não há limites para sonhar. Não se limite, vá a luta! O impossível é apenas algo que alguém ainda não realizou! Somente o impossível é digno de ser sonhado, o possível, deixamos plantados no solo férteis de cada dia. Lute, acredite e acima de tudo confie, na beleza de seus sonhos e nas infinitas aspirações de seus mais puros e sinceros ideais. “Feliz aquele que confia no Senhor e faz d’Ele a sua rocha e o seu escudo”.

Anônimo disse...

Ficou lindo o blog na nova cor.

fada disse...

O amor está em toda parte da Natureza,
que nos convida ao exercício da nossa inteligência;
até no movimento dos astros o encontramos.
É o amor que orna a Natureza de seus ricos tapetes;
ele se enfeita e fixa morada onde se lhe deparem
flores e perfumes.
É ainda o amor que dá paz ao homens,
...Calma ao mar,
...silêncio aos ventos
...e sono a dor
A dor de sentir as mãos do alquimista a transmutar nossa essência
Passa como passam todos os momentos, registrando na alma suaves tatuagens dando cores e formas ao que somos...
A alegria da lição aprendida é algo mágico, leve...
Visto no brilho do olhar, na luz que se expande no amor que se eterniza...

Te beijo na brisa da noite

Anônimo disse...

Como ainda estás sofrendo a ausência de tua amada, ausento-me eu, até novo texto.
Ah! e creio que não falei ainda, mas é muito linda essa poesia. E também a outra "Cumplicidade".
Parabéns!
Maria.

Anônimo disse...

Como ainda estás sofrendo a ausência de tua amada, ausento-me eu, até novo texto.
Ah! e creio que não falei ainda, mas é muito linda essa poesia. E também a outra "Cumplicidade".
Parabéns!
Maria.

Renatinha.. disse...

que lindo..

"ainda sou você, todo eu"

maravilhoso

meus parabens

muleka disse...

ao contemplar o céu
e voar nas asas de suas cores
já não sei quem sou eu...
e quem é o céu...
se nesse instante mágico
suas cores vivem em mim
que vivo em suas brumas...
meus olhos umedecidos
já não são meus olhos
mas sim o céu que vive em mim...
assim contemplo sua imagem
tatuada na memória ancestral
de minha alma...que guarda
no baú de seus tesouros
cada instante vivido...
dizer amo-te...é pouco
já que sou-te inteira
e inteiro és meu
dentro do universo
das emoções que não te pensam
mas sentem de forma louca
a loucura de viver em ti


te beijo

Déjà Vu disse...

lindíssimo...
impressionante...
como às vezes os poetas desvendam sentimentos comuns aos mortais! Porém a poesia tem o poder de transbordar esses sentimentos!

lindo, lindo, lindo, lindo...

Post Top Ad