Porta dos desencontros - GOSTEI!

Compartilhando o melhor para você

Hot

Post Top Ad

2 de nov de 2006

Porta dos desencontros

Percorreu os olhos, sem nenhum pudor, dos meus pés à cabeça. Perguntou minha idade. “Esta avaliando se estou dentro dos seus padrões de consumo”, pensei. Minha resposta foi um sorriso involuntário e quase cínico, enquanto a olhava brevemente; era uma bela mulher. Continuei calado. O silêncio estabelecido foi tornando-se constrangedor.
“Eu não me compraria”, voltei a pensar (baixa estima etílica...). Ela, num gesto típico de quem não sabe o que fazer, apertou o botão do quinto andar, outra vez.
- Não gosta de dizer a idade? E o nome?
A porta do elevador abriu-se. Era o meu andar. Antes de sair, disse:
- Apareça no 402 se estiver mesmo querendo saber a minha “ficha”.
A porta fechou-se e abri a minha porta. “A vida é um abrir e fechar de portas enquanto o tempo corre de idades em idades...”, filosofei em pensamento, procurando o interruptor para acender a luz.
Fez-se a luz: uma bela mulher... fechei-lhe a porta?

Osair de Sousa

4 comentários:

Anônimo disse...

Isso só você pode dizer!

Anônimo disse...

Fui lá e votei. Espero que vença mais uma vez. Maria

fada disse...

Acho que sim...

saudades

beijos ao seu anseio

Déjà Vu disse...

Pude ver a situação, sinestesicamente!
como sempre...cada visita aq é de um prazer inestimável!
Abraços enormes, e poesias pro seu dia..

Post Top Ad